O tempo do Advento, quatro semanas que antecedem o Natal

O tempo do Advento, quatro semanas que antecedem o Natal, é oportunidade para um mergulho na liturgia e na mística cristã. É tempo de esperança, preparação alegre para a vinda do Senhor, meio precioso de recordar o mistério da salvação, reavivar os valores cristãos. O Advento constitui precisamente o tempo favorável para a preparação do nosso coração, para responder ao chamado de Deus.

Celebrar bem a solenidade do Natal do Senhor requer que saibamos apresentar a Deus um coração bem disposto e generoso. Um coração que busca com sinceridade a conversão é fonte de inestimável comunhão com o Senhor e com os irmãos. Por isso mesmo, a oportunidade das celebrações se multiplicam pelas paróquias, dando a todos a oportunidade de uma renovação interior. Neste tempo de Advento não tenhamos medo de Cristo. Digamos “SIM”. “Ele não tira nada, Ele dá tudo. Quem se doa por Ele, recebe o cêntuplo. Sim, abri de par em par as portas a Cristo e encontrareis a vida verdadeira” (Bento XVI, homilia da Missa de início do ministério petrino, 24/4/2005).

Dois personagens bíblicos ganham destaque na celebração do Advento: Maria e João Batista. Ela porque foi escolhida por Deus para ser a mãe do Salvador e ele porque foi vocacionado a ser o precursor do Messias. Ela se torna modelo do coração que sabe acolher a Palavra e gerar Jesus. Ele se torna modelo de uma vida que sabe esperar nas promessas de Deus e agir anunciando e preparando a chegada da salvação. Em ambos se manifesta a realização da esperança messiânica judaica e o anúncio da plenitude dos tempos.

Como você está se preparando para celebrar o Natal? O que precisa mudar em sua vida? Já pensou em fazer uma Confissão? Participar das Missas com uma atitude de renovação espiritual? Já pensou em se organizar como família para participar da Missa de Natal, no dia 24 à noite, ou no próprio dia de Natal? Já pensou que Deus nos quer servindo onde ele nos plantou? Mas para saber onde ele nos plantou, precisamos descobrir através do acompanhamento vocacional.

Deixemo-nos transformar por Cristo, que mais uma vez quer nascer em nossa vida neste Natal.

Ir. Gervis Monteiro, fsp