Dial Mundial da Vida Consagrada

Dia de celebrar a alegria de ser portador de uma grande notícia: o Evangelho.

O mundo está repleto de milhares de pessoas que livremente decidiram dedicar-se ao anúncio do Reino de Deus. Consagrados e consagradas que doam suas vidas com alegria, amor e disponibilidade para a evangelização. Pessoas comprometidas com a construção de um mundo novo, um mundo mais humano e fraterno.

São múltiplos os carismas, que Deus no seu infinito amor faz suscitar na Igreja, para atender as situações que mais necessitam do seu olhar misericordioso.

O amor vai sendo semeado nas escolas, nas Igrejas, nas ruas, nas mais variadas formas de comunicação, pelos consagrados e consagradas, que generosamente acolheram a vocação que o Senhor lhes confiou. Com ternura e firmeza percorrem caminhos, assim como fez Jesus, para anunciar a verdade, curar os doentes e aliviar as dores da alma.

Neste dia especial, 2 de fevereiro de 2018, festa da Apresentação do Senhor, que a Igreja celebra o Dia Mundial da Vida Consagrada, expressamos nossa imensa gratidão pelo bem que realizam. Com fé afirmam e demonstram com suas próprias vidas, que o Senhor está no meio de nós. Principalmente neste tempo de tanto desespero e desamor que vive a sociedade, diante de tantas crises morais, sociais e vocacionais, precisamos de referência para encontrar o sentido da vida.

Em nota para o portal VATICAN NEWS, o prefeito da Congregação para os Institutos de Vida Consagrada e as Sociedades de Vida Apostólica, cardeal João Braz de Aviz ressalta: “Vivemos um momento da história humana necessitada de um sentido vocacional da vida. Precisamos de um projeto, de uma fonte de sentido existencial, repleto de alegria e de esperança. Desde a experiência batismal, inseridos na vida de Deus e na sua família, a Igreja, nós consagrados somos herdeiros do patrimônio vocacional e carismático da Igreja e sentimos a alegria e o dever de protegê-lo e promovê-lo”.

Portanto, o Dia Mundial da Vida Consagrada é motivo de imensa alegria e celebração. Tempo de renovar o compromisso com Deus e com o povo. E elevar ao Senhor nossa súplica por mais corações generosos para dedicar-se ao anúncio da alegria do Evangelho e amor de Deus pela humanidade.

 

Ir. Gizely Medes Pinheiro, fsp