Convertei-vos e crede no Evangelho

 

Olá, jovem!

Graça e paz!

Aqui, somos convidados (as) a refletir e a vivenciar um tema atual da Igreja: a QUARESMA. Esse Tempo, importante no Calendário Litúrgico, prepara a PÁSCOA, principal festa cristã! Assim, a QUARESMA é um Tempo especial de GRAÇA; pois atualiza a ação salvífica de Deus na História. É um tempo simbólico, diferente do tempo cronológico, contado por dias, horas.

Na raiz da palavra Quaresma, também está o radical de 40 (quarenta), número simbólico na Bíblia. O que ele nos recorda? Entre outros fatos significativos, lembra os 40 anos que o povo de Israel passou no deserto, após a saída do Egito, rumo à Terra Prometida. Em especial lembra os 40 dias que Jesus passou no deserto, antes de iniciar a sua vida pública. Ali, na oração e no jejum, Jesus buscou forças para não desistir da missão que o Pai lhe confiara, que culminando com a sua entrega total ao projeto de Deus, no mistério de sua Paixão, Morte e gloriosa Ressurreição.

Hoje, também, na preparação para a Páscoa-2021, como pessoas batizadas, podemos seguir Jesus, revivendo esse mistério de sua entrega incondicional ao Pai e à humanidade. Na abertura aos apelos da Palavra que a Liturgia propõe nesse tempo favorável, exercitamos-nos espiritualmente por meio da oração, jejum e gestos de solidariedade, como formas de acolher o convite à conversão, a orientar nossa vida para Deus e chegar com a nossa caridade aos irmãos (ãs) que mais sofrem. Avante, com Jesus, em processo de conversão até a Páscoa definitiva.

Dicas para vivenciar esse tempo de Graça 

  1. Entrar no deserto interior e, aí, na sua — essência de criatura humana – reconhecer Deus, como Pai bondoso e misericordioso. Ele tudo dispõe para o nosso bem e nos oferece seus dons. Acolhe a todos, sempre usando de misericórdia e pronto a perdoar. Como acolheu Levi (Mt 9,9-13), acolhe a cada pessoa, que aceita o seu convite e compartilha, com alegria, o dom do chamado à vida, à fé, à esperança, ao amor. 1.1. Que tal listar e acolher os dons de Deus na sua vida? 1.2. Com quem o Senhor lhe inspira a compartilhá-los? 1.3. Como você se sente ao partilhar o dom de Deus? Qual é o texto bíblico que mais a inspira nessa ação?
  1. Olhar para Jesus que vence as tentações e segue firme no caminho do Senhor

Na ORAÇÃO – cada dia –, buscar LUZ e forças na PALAVRA de Deus. Ela ajudou Jesus a vencer as tentações, como registrou Mateus: “Não só de pão vive o homem, mas de toda palavra que sai da boca de Deus” (Mt 4,4). Fortalecidos por Deus, podemos superarar nossas dificuldades, nossos medos; perseverar no bem, promover a vida e ajudar ao próximo. 2.1. Citar uma dificuldade atual; 2.2. Descreva outra já superada…

  1. Voltar-se para Deus de todo coração e, na libertação de si, acolher os irmãos (ãs)

Voltar-se, orientar nossa vida para Deus é sinal de conversão (mudança de vida). Significa deixar a nossa própria vontade para fazer a vontade de Deus. Nessa vivência, o Mestre e o caminho é Jesus. Para realizar o projeto do Pai e a todos salvar. Jesus desceu do Céu e viveu entre nós, partilhando da nossa condição humana. Fez-se servo, lavou os pés dos apóstolos (Jo 13,1-17). Assim, nos ensina que o amor exige doação total. Requer exercício constante para sair de nós mesmos, vencer o egoísmo, o orgulho; seguir pelas vias da humildade, do perdão, pela prática do bem, do serviço ao próximo e do anúncio do Evangelho, glorificar a Deus.

CONCLUINDO, espelhando-se em Jesus, o que você sente que pode fazer para melhor provar seu amor a Deus e aos irmãos/ãs? Compartilhe sua resposta. Vale lembrar que precisamos abrir olhos e os ouvidos do coração para ouvir os “gritos” das pessoas. Assim, JESUS – atento à fome da multidão – , Ele precisou de ajuda dos discípulos para alimentar o povo. Acolheu e repartiu “os cinco pães e os dois peixinhos, todos comeram” e ficaram saciados(Mc 6,38-39). Quais são os gritos do povo hoje? E a sua maior fome? Como saciá-los? – “Dá-lhes vós mesmos de comer”! Senhor, o povo tem fome de Deus! Fome e sede da Palavra! Ajuda-nos a saciá-los, a partilhar nossos dons. Amém!

Ir. Maria de Lourdes da Silva, fsp

 

Para aprofundar mais deixamos para você a Live – Espiritualidade do Tempo Quaresmal. No deserto com Jesus. Confira!